Bloquete

pav

A construção civil está em constante transformação, todos os anos surgem novas formas de melhorar as moradias, as construções públicas também passam por mudanças, e um material que pode ser utilizado nas duas é o bloquete. Neste artigo você vai conhecer tudo sobre esse tipo de piso.

O que é o bloquete?

O bloquete é um tipo de piso intertrevado, utilizado em muitas ocasiões para a pavimentação de vias públicas. Ele é constituído por concreto, o que torna esse material resistente aos danos e impactos proporcionado no dia a dia dos ambientes externos. O bloquete é indicado para vários tipos de construção, se tornando cada vez mais popular nos novos edifícios, a sua qualidade alinhada aos benefícios proporcionados conquistam cada vez mais novos clientes, o preço também contribui para a sua popularização. Diversas cidades brasileiras possuem leis que permitem apenas a colocação de pisos intertrevados em suas ruas.

Conheça os pisos intertravados

Esse tipo de piso que ajuda no escoamento da água foi desenvolvido na Holanda, na década de 1940. Esse país fica abaixo do nível do mar, e com isso sofre constantemente com os altos índices de umidade. Pensando em diminuir este problema foi desenvolvido um novo modelo de piso, os intertravados, que já haviam sido utilizados no império romano, mas com algumas diferenças. O material vem se popularizando por todo o mundo, no Brasil já faz alguns anos que é utilizado para o calçamento de ruas, substituindo os paralelepípedos e as tradicionais pedras. Seus principais modelos são o bloquete e o piso drenante. Além do cimento e da água, pode ser acrescentada coloração ao material, permitindo mais opções no momento de escolha.

Como funciona o bloquete?

O bloquete é um bloco de cimento pré-fabricado, bastante utilizado em praças, locais públicos e calçadas. Eles possuem uma propriedade que os torna antiderrapante, permitindo que cadeirantes e deficientes visuais utilizem sem causar problemas. Como durante a sua colocação são deixadas pequenas frestas entre um bloco e outro, a água consegue passar por essas aberturas, evitando o seu acumulo. As enchentes estão entre os grandes problemas enfrentados pelos moradores das grandes cidades, o que vem ajudando na popularização do bloquete, que ajuda a diminuir esta dificuldade. Além disso, ele possui boa resistência, aguentando impacto proporcionado por veículos pesados. O segredo para o bom funcionamento do bloquete está na sua colocação, que deve ser realizada com cuidado.

Entenda a construção do bloquete

As pedras de bloquete são formadas por concreto e água, além de outras substancias que servem para dar coloração ao material. Durante o seu processo de construção não é utilizado nenhuma forma de queima, o que diminui os efeitos poluentes que causam mal para a natureza, no momento da colocação do produto não é utilizada nenhum tipo de cola ou argamassa, cortando ainda mais os efeitos. Alguns tipos de bloquete possuem outros materiais, que dão mais firmeza e sustentação ao produto.

Saiba onde comprar o bloquete

Antes de comprar o material para a sua obra é indicado consultar um especialista sobre o tamanho dos blocos, para que não causem problemas devido a força de impacto que vão sofrer. Clicando aqui(http://lista.mercadolivre.com.br/construcao-material/bloquete-%2F-piso-de-concreto) você encontra diversas opções do produto, que servem para comparação com as lojas de materiais de construção da sua cidade. Uma dica importante é comprar um pouco a mais de material, para evitar imprevistos durante a colocação. Você também pedir descontos, caso a compra seja grande as chances de êxito são grandes.

Quanto custa o piso bloquete?

Os pisos do tipo intertravado, principalmente o bloquete, apresentam um bom custo benefício. Os preços são bastante variados, um bloco com 60 mm sai entre R$ 1,55 e R$ 4,00, as unidades com 80 mm custam de R$ 3,50 até R$ 6,00 e os bloquetes de 100 mm podem ser adquiridos por preços de R$ 7,00 até R$ 10,00. A instalação normalmente é cobrada por metro quadrado, custando entre R$ 1,00 e R$ 6,00. Todos esses valores variam de acordo com a cidade, e se em seu município não tiver o produto, é possível adquirir através da internet.

Quando é indicada a utilização do bloquete?

O bloquete é indicado para locais externos, como praças, playgrounds, calçadas e vias públicas. Principalmente se a cidade onde será instalado costuma enfrentar longos períodos de chuvas. A sua colocação em parques está cada vez mais popular, pois além de não acumular água, o sistema ainda ajuda na distribuição desse líquido. O bloquete está relacionado ao meio ambiente, e nada melhor para colocar em uma área onde a natureza tem destaque.

Variedades do piso bloquete

Existem diversos formatos do bloquete, que ajudam a aumentar as possibilidades de escolha, facilitando a combinação com diferentes tipos de ambientes. Os principais modelos são o ossinho e o hexágono, um bloco com seis lados, que está entre os mais vendidos dessa área. As cores também ajudam a aumentar as opções de escolha, os bloquetes são produzidos em vermelho, terracota, cinza, amarelo, azul e verde. Esses blocos coloridos possuem ainda outro grande benefício, que aumenta a incidência de luz, diminuindo o consumo de energia pública.

Bloquete ou pisos comuns?

Os pisos comuns, fabricados com cerâmica, causam grande poluição ao meio ambiente durante a sua fabricação, e não possuem a capacidade de absorverem água depois de instalados. Já o bloquete causa poucos danos ao meio ambiente durante o processo de fabricação, e ainda evita graves problemas, como as enchentes. O preço também é outro diferencial, um piso de qualidade costuma sair caro, já o bloquete tem o preço bem acessível. Para ambientes externo o bloquete sempre é uma ótima opção.

Como instalar o piso bloquete?

Para instalar o bloquete é simples, e não exige mão de obra de alta qualidade, mas é sempre bom conhecer o histórico da empresa ou pessoa que irá fazer a obra. Todos os pisos bloquetes vão ir se conectando, até preencher todo o espaço desejado. Para colocar o bloquete onde você deseja é necessário seguir algumas etapas: O primeiro passo é por as contenções laterais, que vão evitar o deslize dos blocos; depois é necessário fazer o nivelamento e a compactação da base, onde pode ser utilizada pedra brita; em seguida faça confira o nível de areia do assentamento; o quarto passo é o começo da colocação dos blocos, assim como os cortes e ajustes necessários; depois deve ser feito o rejunte com areia; compacte as pedras; e por final é a hora de limpar a sujeira. Agora que você conhece o procedimento poderá acompanhar e verificar se ele está sendo feito da maneira correta.

Cuidados para tomar com o bloquete

Embora o produto tenha alta capacidade de absorver impactos são necessários alguns cuidados antes e depois de sua instalação. Para isso o ideal é contratar um profissional qualificado, para que ele realize os cálculos sobre a espessura dos blocos. Se o piso for utilizado apenas por pedestres, é indicado que tenha 60 mm, se enfrentar tráfego de veículos leves deve conter 80 mm, mas se a utilização for para vias com constante movimento, é indicado blocos entre 100 mm e 120 mm. Se for utilizado o material adequado ele funcionará perfeitamente, e não vai afundar.

Vantagens do piso bloquete

A maior vantagem do piso bloquete é que ele permite a passagem de água para o solo com grande facilidade, evitando alagamentos. O seu design é bonito, dando mais leveza e charme ao ambiente onde é utilizado. Outro benefício do produto é a alta capacidade de resistência, podendo ser submetido a veículos pesados. O piso bloquete não tem valor muito alto, a sua manutenção também é facilitada, não precisando ser quebrado quando é necessário realizar alguma obra, o que também diminui a incidência de sujeira. A vida útil do material é longa, superando os 15 anos de garantia, quando é instalado da maneira adequada esse tempo é facilmente ultrapassado. Outra vantagem é que este material não polui o ambiente, e ainda ajuda no escoamento da água, agindo de maneira inversa às outras cerâmicas.

Outros benefícios do produto

O bloquete colorido ajuda a refletir aproximadamente 30% a mais de luz se comparado aos outros tipos de pavimento, gerando boa economia na luz pública. Os blocos também ajudam a evitar a formação das famosas ilhas de calor, proporcionados pelos materiais mais escuros. As peças possuem um tamanho uniforme, assim como a cor e a textura, possibilitando a criação de padrões durante a sua instalação. Logo depois de pronto, já pode começar a ser utilizado.

Acumulo de água

As grandes cidades sofrem algumas vezes com as enchentes ou o acumulo de água, principalmente no verão, o que causa sérios prejuízos a sua população. Isso acontece devido à falta de espaço para o escoamento da água, que fica sem saída e acaba acumulando. Uma solução simples, para as ruas que não possuem tanto tráfego de veículos são os pisos bloquete, que praticamente eliminam este problema. O sistema de drenagem da água desse material ajuda inclusive na filtração da água, diminuindo a sua poluição. O bloquete é indicado principalmente para as cidades que possuem grande umidade.

Bloquete
5 (100%) 3 votes