Master Plate no Salão do Automóvel 2018

Em sua 30ª edição, o Salão Internacional do Automóvel de São Paulo inspira a conexão das pessoas com suas grandes paixões, movendo-as em direção ao ápice de suas experiências. Novas, únicas, ousadas e clássicas. Um espetáculo em entretenimento além da exposição.  Presença de todas as marcas de automóveis comercializadas no Brasil com mais de 540 veículos em exposição

A Master Plate realizou o piso de dois stands da marca Volkswagen.

O piso realizado foi Fulget Resinado.

Confira abaixo algumas fotos!

Piso Ecológico

O piso ecológico é um produto utilizado para compor calçadas e playgrounds, feito a base de borracha reciclada, ajudando o planeta de varias maneiras. É um sistema simples de entender, e aqui você vai conhecer tudo sobre ele.

O que é o piso ecológico?

O piso ecológico é um material produzido com pneus reciclados, indicado para colocar em vários locais. Alguns municípios do Brasil já utilizam o produto em calçadas ou para a pavimentação de ruas, é um sistema forte, resistente à passagem de veículos pesados. Possui diversas vantagens, pois a borracha não desenvolve fungos ou problemas semelhantes. É uma ótima opção para as pessoas ligadas a preservação da natureza, a vida útil do produto também é longa, quando utilizado de maneira correta.

Conheça a origem do piso ecológico

Os pneus jogados nos lixões ou aterros sanitários podem levar até 600 anos para se decompor. Esse é um problema que atinge os países de todo o planeta, e está cada vez mais grave devido ao número de carros nas ruas. Esses pneus precisavam de um destino correto, e dessa forma surgiu o piso ecológico, as empresas de reciclagem recebem milhões de pneus de graça, o que é a principal matéria prima para este produto. Ele passa pelo processo de reciclagem, tornando um novo produto, que é totalmente sustentável e não polui a natureza em nenhuma de suas etapas, da criação até a utilização.

Como é fabricado o piso ecológico

O piso ecológico é fabricado a partir de pneus velhos, então ele também ajuda a diminuir a poluição do meio ambiente. A utilização de borracha para revestimento é cada vez mais popular, assim como para a criação de outros utensílios. Os pneus desde a sua criação apresentam graves problema para a natureza após serem descartados, principalmente quando isso acontece de maneira errada, então as grandes empresas começaram a procurar soluções para diminuir este problema, e o piso ecológico foi uma das alternativas encontradas para reduzir a concentração de pneus. Esse produto é bem aceito pelos clientes, que encontram uma opção sustentável e de boa qualidade para as suas necessidades.

Entenda o processo de reciclagem

Atualmente existem mais de 700 postos de coleta de pneus no Brasil, alguns fabricantes inclusive possuem parceria com cooperativas, para facilitar esse trabalho. Quando já estão no local de realização deste procedimento os pneus são separados, e em seguida triturados. Após isso, é criada uma mistura com os pequenos pedaços de borracha, e colocado nas placas que vão formar o piso ecológico. A cada três pneus, é possível construir um metro quadrado de piso ecológico.

Onde utilizar o piso ecológico?

O piso ecológico é indicado para ser utilizado em variados tipos de ambiente, especialmente para locais que sofrem bastante impacto, e necessitam de isolamento acústico. É ideal para ser colocado em academias ou então edifícios residenciais. Ele possui a tecnologia antiderrapante, permitindo maior segurança aos locais onde é utilizado. O piso ecológico também é indicado para locais como pistas de corrida, ou calçadas. É um material que vem sendo constantemente utilizado nas novas construções. Antes de comprar o produto é aconselhado pesquisar as marcas, para saber qual a melhor para cada tipo de ambiente.

Saiba como funciona o piso ecológico

O piso ecológico é um produto ideal para áreas que sofrem com impactos de veículo, por ser um produto com base de borracha, ele pode passar por essas dificuldades sem problema. Ele possui alta capacidade de amortecimento, estando dentro de todas as normas de segurança. Também possui a capacidade de drenar a água que cai sobre ele, a sua estrutura é compacta, com espaços entre os pedaços de borracha, o que permite a passagem desses fluídos. Todas as substâncias que compõe o produto são atóxicas, e não fazem mal ao meio ambiente.

Conheça o valor do piso ecológico

O valor do piso ecológico varia de acordo com algumas situações, como a concentração de borracha no material, a marca do produto, e o tamanho das peças. O metro quadrado do modelo ossinho sai por R$ 179,00, disponível nas cores amarelo, verde, vermelho, azul e cinza. Já o modelo quadrado pode ser adquirido por R$ 160,00 o metro quadrado. As placas normalmente possuem de 10 mm a 15 mm, medindo de 20 cm até 30 cm, de largura e comprimento. Se na sua cidade ainda não for possível comprar piso ecológico, você pode encomendar através da internet.

Como instalar o piso ecológico?

A instalação do piso ecológico é bastante simples, e pode ser feita pelo próprio dono do local. Pode acontecer basicamente de duas maneiras, a primeira delas com parafusos que são fixados ao chão, e a segunda através de um sistema de clipes. Outra coisa interessante desse produto é que ele pode ser retirado com facilidade, e instalado novamente em outro local. Quem preferir pode contratar uma empresa ou um profissional especializado nessa área.

Variedades de piso ecológico

O piso ecológico é vendido em alguns formatos, como quadrado, retangular, para formar paralelepípedos, ou no tipo ossinho. Possui opções nas cores preta, cinza, vermelho, azul e verde. Essa variedade é interessante, pois possibilita vários tipos de combinações, permitindo que você encontre o tipo ideal para a sua necessidade. É indicado que antes de você comprar grandes quantidades faça testes com pequenas proporções, para dessa forma garantir que está escolhendo o produto ideal.

Durabilidade do piso ecológico

Uma das grandes vantagens do piso ecológico, que ajuda a conquistar novos clientes é a durabilidade e a resistência. O material aguenta sofrer grandes impactos, proporcionados por veículos de bastante peso. Mesmo ficando exposto a chuva, a borracha tem alta resistência, o que torna o piso ecológico uma das melhores opções para ambientes externos. Também possui característica antiderrapante, sendo uma alternativa para colocar em garagens, e de amortecimento, bom para academias. Mesmo quando exposto às altas temperaturas a borracha se mantém intacta. As marcas normalmente oferecem longas garantias, superando 15 anos.

Piso ecológico ou piso normal?

Os pisos normais, feitos de cimento, na maioria das vezes não possuem a capacidade de absorver água, e podem apresentar problemas quando enfrentam algo pesado. Os pisos ecológicos são uma opção mais natural, que não polui o meio ambiente, diferente dos pisos tradicionais, os que de cerâmica estão entre os mais poluentes. Dependendo o tipo de construção, principalmente ser for ambiente externo, é indicada a utilização do piso ecológico. Ele também vence a concorrência com o piso normal em locais onde a incidência de chuva é grande.

Como cuidar do piso ecológico

Para deixar o piso limpo, e com a capacidade de durar mais tempo é necessário tomar alguns cuidados. Todos os produtos derivados de petróleo, como diesel e querosene danificam o produto, assim como esponjas de aço, álcool e detergentes concentrados. Para tirar a sujeira é indicado o jato de água, mas sem a potência máxima, também pode utilizar vasoura ou escova, desde que sejam macias.

Vantagens do piso ecológico

O piso ecológico é um material que não polui o ambiente, e isso ocorre desde o momento de sua fabricação até a instalação. O material possui isolamento acústico, ideal para ambientes onde é tocada música alta; ele é 100% permeável; é livre de PVC (Policloreto de polivinila) e outros materiais semelhantes; é um ótimo obstáculo contra cupins, baratas e mofos; é possível utilizar produtos químicos e não causar danos ao material; é fácil de ser instalado; possui uma barreira contra a umidade e gordura; além disso, é resistente aos impactos.

Conheça o piso fulget

O fulget é um tipo de piso drenante, assim como o piso ecológico, ele é constituído por resinas de pedras, como mármore, arenito e calcário. A sua colocação não é das mais simples, é feita com a utilização de cimento, e é indicada a contratação de alguém especializado no assunto. O fulget é uma das classes de piso que mais vem crescendo em todo o mundo, principalmente na Austrália, nos Estados Unidos e na Europa.

Onde utilizar o piso fulget?

O piso fulget é indicado para locais que recebem forte concentração de água, pois ele consegue fazer a drenagem com grande facilidade, além disso, ajuda a retirar a poluição dos líquidos, o que é feito através de suas pequenas pedras localizadas na parte de baixo. Os novos edifícios utilizam o piso fulget em áreas perto da piscina, e nas áreas arborizadas. Ele está entre os pisos mais resistentes da classe drenante, então também pode ser utilizado em áreas onde o fluxo de veículos é intenso. É indicado para colocar em garagens, pois também é antiderrapante.

Benefícios do piso fulget

Uma das vantagens do fulget é o seu preço, que sai entre R$ 60,00 e R$ 100,00 o metro quadrado. Ele é ideal para quem se preocupa com o planeta, pois desde a fabricação ele não polui a natureza, e depois de instalado ajuda no controle do fluxo de água. É um produto com grande vida útil, possuindo garantias superiores há cinco anos. O fulget, embora não seja comum, pode servir para colocar em fachadas. Outra qualidade que ajuda conquistar os clientes é a beleza de suas pedras.

Bloquete

pav

A construção civil está em constante transformação, todos os anos surgem novas formas de melhorar as moradias, as construções públicas também passam por mudanças, e um material que pode ser utilizado nas duas é o bloquete. Neste artigo você vai conhecer tudo sobre esse tipo de piso.

O que é o bloquete?

O bloquete é um tipo de piso intertrevado, utilizado em muitas ocasiões para a pavimentação de vias públicas. Ele é constituído por concreto, o que torna esse material resistente aos danos e impactos proporcionado no dia a dia dos ambientes externos. O bloquete é indicado para vários tipos de construção, se tornando cada vez mais popular nos novos edifícios, a sua qualidade alinhada aos benefícios proporcionados conquistam cada vez mais novos clientes, o preço também contribui para a sua popularização. Diversas cidades brasileiras possuem leis que permitem apenas a colocação de pisos intertrevados em suas ruas.

Conheça os pisos intertravados

Esse tipo de piso que ajuda no escoamento da água foi desenvolvido na Holanda, na década de 1940. Esse país fica abaixo do nível do mar, e com isso sofre constantemente com os altos índices de umidade. Pensando em diminuir este problema foi desenvolvido um novo modelo de piso, os intertravados, que já haviam sido utilizados no império romano, mas com algumas diferenças. O material vem se popularizando por todo o mundo, no Brasil já faz alguns anos que é utilizado para o calçamento de ruas, substituindo os paralelepípedos e as tradicionais pedras. Seus principais modelos são o bloquete e o piso drenante. Além do cimento e da água, pode ser acrescentada coloração ao material, permitindo mais opções no momento de escolha.

Como funciona o bloquete?

O bloquete é um bloco de cimento pré-fabricado, bastante utilizado em praças, locais públicos e calçadas. Eles possuem uma propriedade que os torna antiderrapante, permitindo que cadeirantes e deficientes visuais utilizem sem causar problemas. Como durante a sua colocação são deixadas pequenas frestas entre um bloco e outro, a água consegue passar por essas aberturas, evitando o seu acumulo. As enchentes estão entre os grandes problemas enfrentados pelos moradores das grandes cidades, o que vem ajudando na popularização do bloquete, que ajuda a diminuir esta dificuldade. Além disso, ele possui boa resistência, aguentando impacto proporcionado por veículos pesados. O segredo para o bom funcionamento do bloquete está na sua colocação, que deve ser realizada com cuidado.

Entenda a construção do bloquete

As pedras de bloquete são formadas por concreto e água, além de outras substancias que servem para dar coloração ao material. Durante o seu processo de construção não é utilizado nenhuma forma de queima, o que diminui os efeitos poluentes que causam mal para a natureza, no momento da colocação do produto não é utilizada nenhum tipo de cola ou argamassa, cortando ainda mais os efeitos. Alguns tipos de bloquete possuem outros materiais, que dão mais firmeza e sustentação ao produto.

Saiba onde comprar o bloquete

Antes de comprar o material para a sua obra é indicado consultar um especialista sobre o tamanho dos blocos, para que não causem problemas devido a força de impacto que vão sofrer. Clicando aqui(http://lista.mercadolivre.com.br/construcao-material/bloquete-%2F-piso-de-concreto) você encontra diversas opções do produto, que servem para comparação com as lojas de materiais de construção da sua cidade. Uma dica importante é comprar um pouco a mais de material, para evitar imprevistos durante a colocação. Você também pedir descontos, caso a compra seja grande as chances de êxito são grandes.

Quanto custa o piso bloquete?

Os pisos do tipo intertravado, principalmente o bloquete, apresentam um bom custo benefício. Os preços são bastante variados, um bloco com 60 mm sai entre R$ 1,55 e R$ 4,00, as unidades com 80 mm custam de R$ 3,50 até R$ 6,00 e os bloquetes de 100 mm podem ser adquiridos por preços de R$ 7,00 até R$ 10,00. A instalação normalmente é cobrada por metro quadrado, custando entre R$ 1,00 e R$ 6,00. Todos esses valores variam de acordo com a cidade, e se em seu município não tiver o produto, é possível adquirir através da internet.

Quando é indicada a utilização do bloquete?

O bloquete é indicado para locais externos, como praças, playgrounds, calçadas e vias públicas. Principalmente se a cidade onde será instalado costuma enfrentar longos períodos de chuvas. A sua colocação em parques está cada vez mais popular, pois além de não acumular água, o sistema ainda ajuda na distribuição desse líquido. O bloquete está relacionado ao meio ambiente, e nada melhor para colocar em uma área onde a natureza tem destaque.

Variedades do piso bloquete

Existem diversos formatos do bloquete, que ajudam a aumentar as possibilidades de escolha, facilitando a combinação com diferentes tipos de ambientes. Os principais modelos são o ossinho e o hexágono, um bloco com seis lados, que está entre os mais vendidos dessa área. As cores também ajudam a aumentar as opções de escolha, os bloquetes são produzidos em vermelho, terracota, cinza, amarelo, azul e verde. Esses blocos coloridos possuem ainda outro grande benefício, que aumenta a incidência de luz, diminuindo o consumo de energia pública.

Bloquete ou pisos comuns?

Os pisos comuns, fabricados com cerâmica, causam grande poluição ao meio ambiente durante a sua fabricação, e não possuem a capacidade de absorverem água depois de instalados. Já o bloquete causa poucos danos ao meio ambiente durante o processo de fabricação, e ainda evita graves problemas, como as enchentes. O preço também é outro diferencial, um piso de qualidade costuma sair caro, já o bloquete tem o preço bem acessível. Para ambientes externo o bloquete sempre é uma ótima opção.

Como instalar o piso bloquete?

Para instalar o bloquete é simples, e não exige mão de obra de alta qualidade, mas é sempre bom conhecer o histórico da empresa ou pessoa que irá fazer a obra. Todos os pisos bloquetes vão ir se conectando, até preencher todo o espaço desejado. Para colocar o bloquete onde você deseja é necessário seguir algumas etapas: O primeiro passo é por as contenções laterais, que vão evitar o deslize dos blocos; depois é necessário fazer o nivelamento e a compactação da base, onde pode ser utilizada pedra brita; em seguida faça confira o nível de areia do assentamento; o quarto passo é o começo da colocação dos blocos, assim como os cortes e ajustes necessários; depois deve ser feito o rejunte com areia; compacte as pedras; e por final é a hora de limpar a sujeira. Agora que você conhece o procedimento poderá acompanhar e verificar se ele está sendo feito da maneira correta.

Cuidados para tomar com o bloquete

Embora o produto tenha alta capacidade de absorver impactos são necessários alguns cuidados antes e depois de sua instalação. Para isso o ideal é contratar um profissional qualificado, para que ele realize os cálculos sobre a espessura dos blocos. Se o piso for utilizado apenas por pedestres, é indicado que tenha 60 mm, se enfrentar tráfego de veículos leves deve conter 80 mm, mas se a utilização for para vias com constante movimento, é indicado blocos entre 100 mm e 120 mm. Se for utilizado o material adequado ele funcionará perfeitamente, e não vai afundar.

Vantagens do piso bloquete

A maior vantagem do piso bloquete é que ele permite a passagem de água para o solo com grande facilidade, evitando alagamentos. O seu design é bonito, dando mais leveza e charme ao ambiente onde é utilizado. Outro benefício do produto é a alta capacidade de resistência, podendo ser submetido a veículos pesados. O piso bloquete não tem valor muito alto, a sua manutenção também é facilitada, não precisando ser quebrado quando é necessário realizar alguma obra, o que também diminui a incidência de sujeira. A vida útil do material é longa, superando os 15 anos de garantia, quando é instalado da maneira adequada esse tempo é facilmente ultrapassado. Outra vantagem é que este material não polui o ambiente, e ainda ajuda no escoamento da água, agindo de maneira inversa às outras cerâmicas.

Outros benefícios do produto

O bloquete colorido ajuda a refletir aproximadamente 30% a mais de luz se comparado aos outros tipos de pavimento, gerando boa economia na luz pública. Os blocos também ajudam a evitar a formação das famosas ilhas de calor, proporcionados pelos materiais mais escuros. As peças possuem um tamanho uniforme, assim como a cor e a textura, possibilitando a criação de padrões durante a sua instalação. Logo depois de pronto, já pode começar a ser utilizado.

Acumulo de água

As grandes cidades sofrem algumas vezes com as enchentes ou o acumulo de água, principalmente no verão, o que causa sérios prejuízos a sua população. Isso acontece devido à falta de espaço para o escoamento da água, que fica sem saída e acaba acumulando. Uma solução simples, para as ruas que não possuem tanto tráfego de veículos são os pisos bloquete, que praticamente eliminam este problema. O sistema de drenagem da água desse material ajuda inclusive na filtração da água, diminuindo a sua poluição. O bloquete é indicado principalmente para as cidades que possuem grande umidade.

Piso para quintal

A construção de uma residência envolve muitos detalhes, entre eles a escolha do piso para o quintal. Nesse local que na maioria das vezes é utilizado para relaxar você deve caprichar, para proporcionar ainda mais harmonia. Existem diversas opções de pisos, e aqui você vai conhecer as melhores.

Como escolher o piso para o quintal?

Antes de comprar o piso para o quintal de sua casa, é necessário escolher qual será o tipo, se de cerâmica, de cimento ou então de outro material. Para essa escolha existem algumas variáveis, é necessário você verificar a incidência de sol no local, por exemplo, o bloquete pode aumentar em 30% a claridade do seu quintal. Os pisos de cerâmica proporcionam beleza ao local, mas o escoamento da água não ocorre de maneira fácil, algumas vezes o proprietário precisa utilizar instrumento, como o rodinho, para tirar o excesso. E claro, as pessoas se preocupam com a qualidade do material, e nesse quesito os pisos drenante levam vantagem.

Pesquise antes de escolher

Um dos primeiros passos quando você deseja comprar algo novo é pesquisar, e isso também deve ser realizado com os pisos. Dessa forma você fica sabendo se possuem ou não a característica antiderrapante, se absorve água ou ajuda a escorrer, e também conhece a durabilidade do produto. Alguns modelos, como os intertravados e pisograma permitem a retirada sem estragar, e nova instalação em outro ambiente, o que não é possível com os pisos de cerâmica e porcelanatos. No momento da escolha você deve refletir sobre as suas principais necessidades, como a vida útil do produto, a resistência do material escolhido, e a beleza das peças. A combinação entre o quintal e o piso é algo fundamental para alguns.

Conheça o piso bloquete

O bloquete é um piso da família dos intertravados, que pode ser utilizado em praças, vias públicas, parques, e também é uma ótima opção para colocar no quintal. Ele possui a capacidade de absorver a água, tornando ideal para regiões que possuem longos períodos de chuva. O bloquete pode ser adquirido na cor verde, azul, vermelho ou cinza, o que ajuda a aumentar as possibilidades de combinação com o seu quintal. Ele também possui alguns formatos, como o de osso, todos eles são encaixados, sem utilização de cola. O bloquete possui boa resistência, para quintais é indicado blocos com 60 mm, mas se veículos passarem pelo local a espessura deve ser maior, por volta de 80 mm. Antes de comprar o produto é indicado consultar um especialista. Um bloco com 60 mm sai por R$ R$ 3,00, já a unidade de 80 mm custa aproximadamente R$ 5,00.

Saiba tudo sobre o piso drenante

O piso drenante é formado por placas que possibilitam a passagem da água, ele é composto por concreto, mas que na utiliza nenhum processo de queima durante a sua fabricação. É considerado um produto ecológico, pois não polui o ambiente e ainda facilita a saída da água, ele é indicado para ser colocado em praças, parques, rampas para carro, e também em quintais. Os novos edifícios estão reservando espaços exclusivos para a colocação desse produto. Para a sua colocação é indicado uma empresa especializada, para que ocorra tudo da maneira correta. O valor do metro quadrado do piso drenante varia entre R$ 50,00 e R$ 200,00, sempre de acordo com a cidade onde você mora. Uma de suas principais características é a durabilidade, possuindo garantia de mais de 10 anos.

Porcelanato externo

Esse tipo de piso é um dos mais famosos na área de construção, e também conta com opções para você colocar na área externa da residência. Para esses casos é indicado escolher alternativas sem polimento ou rústico, para o piso não ficar escorregadio após o contato com a água. Uma de suas vantagens é não absorver água, mas para isso você deve colocar ralos, que irão evitar este problema. Pode ser adquirido por R$ 10,00 a caixa, mas dependo a marca o preço sobe para R$ 150,00.

Cerâmicas externas

Os pisos de cerâmica também estão entre os mais populares do Brasil, mas quando são utilizados no lado de fora da moradia é necessário ter cuidado com a resistência. Existe uma classificação para isso, que vai de 0 até 5, sendo o último nível o mais forte, indicado para qualquer parte de sua casa. Outra característica muito importante no momento da escolha é a qualidade antiderrapante, que irá evitar escorregões. Existem modelos semelhantes a pedras e gramas, que vão dar um charme especial ao seu quintal. Uma caixa com unidades de 48 cm de largura e altura sai por R$ 9,90.

Conheça o fulget

É um tipo de piso bastante popular na Europa e nos Estados Unidos. Algumas pessoas conhecem pelo nome de granilite rústico. Ele é produzido com cimento, junto com granito, calcário e outras pedras moídas. Ele é um material antiderrapante, e com extrema beleza, sendo uma excelente opção para as áreas externas de sua casa, como o quintal. As pessoas podem sentir desconforto quando andam descalças sobre ele, então pode não ser a melhor escolha para colocar em volta da piscina. Além disso, possui grande resistência. O metro quadrado do piso fulget pode ser adquirido por valores entre R$ 50,00 e 65,00.

Piso de pedra

Algumas pessoas optam pela colocação de pedras em seu quintal, como a famosa Pedra Portuguesa, elas devem ter um aspecto bastante natural, para garantir que as pessoas não vão escorregar quando estiver molhado. Para a colocação é indicado à contratação de um profissional qualificado, e pode ser formados mosaicos. É necessária limpeza constante, para que o material não estrague, e ao menos uma vez no ano é indicada uma limpeza realizada por profissionais, a fim de evitar manchas. A Pedra Miracema, nas dimensões 11,5 por 23 cm sai por R$ 12,90.

Construa um deck de madeira

Construir uma área de madeira causa leveza e sofisticação ao ambiente. O ideal é que o material utilizado seja tratado, para que não ocorram contratempos, como o surgimento de cupins e outros insetos, além de proteger da chuva e do sol. Quem optar por esse tipo de piso, deve contratar uma empresa a cada 2 anos, para que faça a inspeção e recolocar os materiais de proteção. Um deck formado por madeiras de 10 cm de largura, com 2 cm de espessura e 4 m de comprimento sai por R$ 177,25, mas o ideal é não comprar pré-moldado.

Piso intertravado

O piso intertravado foi criado na década de 1940, na Holanda, um país que fica abaixo do nível do mar, e por isso sofre com a umidade. Ele é formado por peças pré-moldadas, utilizadas constantemente para a pavimentação de ruas, inclusive existem leis para incentivar a utilização desses materiais. Sua colocação não envolve cola, e as aberturas entre uma peça e outra possibilita a passagem de água. Os blocos são encaixados em a utilização de areia, formando mosaicos. A sua instalação é fácil, assim como a manutenção, o preço para comprar as pelas também é baixo. Existem opções nas cores vermelho, azul, verde e cinza. Seu custo é bastante variado, pode ser adquirido por R$ 1,59 a unidade, com as dimensões 11x22x6 cm. Uma boa empresa que faz piso intertravado é a Pav Brasil.

Pisograma

A maioria das pessoas não conhece esse sistema pelo nome, mas já viram ao menos uma vez os blocos de cimento onde nasce grama. A instalação é simples, basta colocar uma camada de areia, e depois disso basta encaixar as placas com concreto. Se optar por essa alternativa o seu quintal vai ganhar em beleza, além de ajudar na filtragem da água. Se você mudar de residência é possível retirar o pisograma e montar novamente em seu novo domicilio. Existem variados formatos do material, tornando o seu quintal diferente dos outros. Normalmente é vendido em unidades, uma com 38 cm de diâmetro, e 8 cm de altura, sai por R$ 12,79.

Combinações entre pisos

Existe outra boa alternativa para colocar no seu quintal, que envolve a utilização de diferentes peças, você pode combinar pisos diferentes em seu quintal, como colocar o pisograma junto com o um deck de madeira, gerando ainda mais elegância.

Escolhas os pisos antiderrapante

As áreas externas ficam expostas a umidade, o que pode ocasionar acidentes, então o indicado é procurar por pisos antiderrapantes. Existem vários modelos tão bonitos quanto uma cerâmica revestida. O valor cobrado também é semelhante, os problemas relacionados a escorregar costumam acontecer principalmente durante a noite, então sempre é indicado escolher os pisos com essa capacidade.

Faça um orçamento para o piso do quintal

Antes de você acertar a compra do piso, é necessário pesquisar em vários locais, e diversos tipos, isso se você deseja economizar. O ideal é ter um profissional qualificado ao seu lado, para que dessa forma o cálculo de material seja feito de maneira correta, assim como o tipo do produto, como o drenante ou o bloquete que possuem espessura diferente. Através do orçamento é possível conseguir desconto, por meio da comparação de preços. Se na sua cidade os preços são altos, você pode pesquisar na internet, e comprar com preços menores.

Piso para quintal custo x benefício

O melhor piso para quintal custo x benefício segundo a nossa opinião é o piso Fulget. Pois além de ser um piso drenante é um piso barato e ecológico.

Para saber mais sobre o piso fulget entre em contato conosco clicando aqui.

Piso para quintal Fotos

[Guia Completo] Piso Drenante: O que é, como funciona, quanto custa.

O piso drenante é um material da área de construção civil que vem ganhando novos adeptos a cada ano. As grandes construções que estão sendo feitas sempre reservam uma área para a sua colocação. Neste artigo você vai conhecer tudo sobre esse material.

É importante ressaltar que existem infinitos tipos de piso drenantes no mercado, aqui iremos focar em dois tipos.

  1. Comum (à base de cimento, em placas)
  2. Resinado (à base de resina, feito no local)

O que é o piso drenante?

É um piso ecológico por onde a água consegue passar para o solo com grande facilidade, ele ‘drena‘ a água, por isso tem este nome. Utilizado para diminuir os problemas causados pelas chuvas, e colaborando para que o meio ambiente fique mais sustentável, existe até mesmo uma lei (link 1, link 2)que trata sobre o produto. O piso drenante é um material fundamental para todo tipo de construção. Para a sua utilização sempre é indicado uma empresa especializada, pois se instalado de maneira errada, poderá gerar graves prejuízos a toda a obra.

Conheça a história do piso drenante

Os primeiros pisos intertravados começaram a ser produzidos na década de 1940, na Holanda, um país que sofre com a utilização de materiais de concreto por ficar abaixo do nível do mar. Com o passar do tempo começou a se popularizar na Europa, e logo chegou ao Brasil, ele vem sendo bastante utilizado para fazer ruas, devido a sua capacidade de absorção de água. Seu crescimento ocorreu, pois, ele é uma alternativa versátil, econômica e ecológica, em relação aos seus concorrentes. O piso drenante também pode ser chamado de pisos permeáveis ou placas drenantes.

Tipos de piso drenante

Como dissemos no começo do artigo, iremos focar em dois tipos: o comum (cimento) e o resinado.

Comum: à base de cimento

São em placas, na maioria das vezes feitas de cimento, por onde a água consegue passar com facilidade, por isso a origem do nome.

Resinado: à base de resina (piso fulget)

Uma vez que o cimento era muito utilizado para fazer esse piso drenante, passaram a perceber que ele não era tão ecológico assim, pois, por mais que colaborava com a descida de água ao solo, por outro lado poderia até mesmo contaminar. Foi então que desenvolvemos o Piso Fulget Resinado Master. Ele é a base de resina e não sofre mais com este problema de contaminação do solo.

como-funciona-o-piso-drenante

Como funciona o piso drenante?

O piso drenante é um material geralmente feito de concreto (ou resina, como citamos acima), que possui uma instalação fácil, e é totalmente a favor do meio ambiente. Esse produto serve para o escoamento da água das chuvas, ele possibilita que o líquido escorra para o solo, evitando graves problemas, como o acumulo do mesmo, facilitando enchentes). Os edifícios novos e modernos, que possuem áreas de lazer para os seus moradores, já contam com este sistema. Além disso, ajuda as plantas, que acabam absorvendo parte da água disponibilizada pelo piso drenante. Seus blocos constituídos por cimento possuem varias cores, o que também ajuda na a colaborar com a beleza do ambiente onde é utilizado.

Saiba quando é indicado o piso drenante

O piso drenante é indicado para todas as obras, só é indicado para ambientes externos, visto que não haveria sentido instalar em ambientes onde não tem derramamento de água com certa frequência. Pode ser utilizado em calçadas, parques públicos, ou mesmo para a subida de rampas, pois o material é bem resistente. Se for instalar em um local com bastante movimento de veículos não tem problemas, o piso drenante foi desenvolvido para isso. Quando ele é colocado em uma praça, torna o ambiente ainda mais agradável, pois toda a água será escoada, tornando as calçadas mais limpas, e as plantas ao seu redor também se beneficiam com isso. Também é uma ótima opção para quem deseja economizar.

Um outro fator que podemos ressaltar na diferença do Piso Drenante Comum para o Resinado é que enquanto um é feito em placas o outro é moldado no local. Tornando uma só peça, ficando esteticamente mais bonito e muito mais resistente.

Outros locais que podem ser utilizados:

  • Estacionamentos
  • Ruas
  • Condomínios
  • Praças
  • Chácaras
  • Áreas externas

Quanto custa?

Vamos separar os valores do piso drenante, por: Piso Drenante Comum ou Piso Drenante Resinado.

Drenante comum:

O valor do piso drenante comum é relativamente baixo, ele não é vendido em caixa, é necessário comprar por unidades separadas. O preço do produto varia conforme o tamanho das peças, a qualidade do produto utilizado na fabricação, e a marca. Uma unidade da marca Oterprem medindo 10 cm de largura, com 20 de comprimento e 6 de altura, custa R$ 1,60, já um produto da mesma marca, com 20 x 20 x 6 sai por R$ 2,90. O valor do metro quadrado fica entre R$ 50,00 e R$ 200,00, dependendo da região do país.

Drenante Resinado Master (Piso Fulget)

O nosso Piso Fulget também varia muito de acordo com a metragem e com a localidade do obra.

De 50 a 100 metros sai na faixa de R$94,00/m2. Já para 300 a 500 metros este valor cai para R$82,00/m2

É necessário fazer um orçamento para ter valores mais próximos da realidade. Clique aqui para preencher o formulário e entrar em contato conosco.

Entenda a instalação do piso drenante

Instalação do comum

A instalação do material pode ser feita por pedreiros. Depois que você compra o produto, ele chega pronto ao local onde será instalado. Logo após ser colocado no local que irá ficar, já é possível andar sobre ele, sem que cause dano ao produto.

Instalação do resinado

O piso Fulget Resinado é feito no local, portanto ele é mais rápido de ser aplicado do que o drenante comum. Ele demora de 1 dia pro outro para secar.

Durabilidade do piso drenante

Comum

A durabilidade do drenante comum é um pouco duvidável, pois como ele é feito a base de cimento, com as intempéries da natureza, ele tende a se enfraquecer com o tempo.

Resinado

O fulget resinado não sofre tanto como o drenante de cimento, se tornando muito mais resistente. Um outro fator que o resinado ganha na resistência é no fator compressão. Como cimento é um material duro, ele pode trincar e quebrar com o tempo, o que não ocorre com o resinado, pois ele é feito de resina, tornando o piso mais maleável.

A estética

Drenante comum

Conforme dissemos acima, o comum à base de cimento é feito em placas, sendo assim, ele fica com muitas juntas aparentes.

piso-drenante-comum2

piso drenante comum (em placas)

Piso Fulget

Pelo fato do fulget ser moldado no local, ele vai seguir as juntas do contra piso, caso não exista, ele não necessitará de juntas.

Fulget Resinado 06

Fulget Resinado

 

Por que escolher o piso drenante?

O piso drenante é uma boa escolha para as pessoas, ou construções, que se preocupam com o meio ambiente, pois o produto possui a capacidade de não poluir, e ainda ajuda a natureza. Ele gera menos barulho quando utilizado por veículos, se comparado a outros materiais como asfalto ou calçamento. E também é uma opção segura, pois possui partes com o sistema antiderrapante. Outra qualidade a seu favor é o preço, é barato para comprar, instalar e realizar a manutenção.

Vantagens de utilizar o piso drenante

O piso drenante já chega pronto ao local onde será utilizado, ele possui certa resistência, podendo suportar veículos leves. É feito nas cores cinza claro, a que não leva nenhuma coloração especifica, cinza escuro ou grafite, vermelho, e amarelo, isso ajuda no momento da escolha, para que encontre a opção que combine melhor com o ambiente onde as peças serão instaladas. Ele é um produto que não polui o ambiente, seja durante a sua formação ou mesmo depois de instalado. Possui uma camada com pedras granuladas, o que ajuda na filtração da água, diminuindo a sua poluição. Além disso, ajuda na redução da temperatura em até 7ºC se comparado com asfalto comum.

Conheça o piso fulget

O piso fulget visa aumentar a beleza de suas pedras, ele é composto por resinas, que não utilizam cimento em sua fabricação. Durante a sua fabricação são moídas pedras de mármore, calcário e arenito, o que depois de pronto possibilitam uma boa filtração da água que passa pelo fulget. Quem deseja comprar esse produto também deve se preocupar com a instalação, contratando uma empresa especializada na área.

Quando é indicado o piso fulget?

O piso fulget é indicado para locais que necessitam um charme a mais, mas também precisam ser permeáveis. É ideal para ser colocado em locais que recebem bastante água, além disso, a sua colocação é rápida e não gera sujeira. A maioria dos novos empreendimentos reserva uma grande área para a colocação desse tipo de piso, visando à qualidade e a proteção da natureza. Para ser instalado é necessária a utilização de argamassa. Possui grande resistência, maior do que os outros pisos drenantes.

Curiosidades sobre o piso fulget

A utilização do piso fulget está crescendo em grande velocidade nos Estados Unidos, e logo deve se tornar uma tendência mundial. Uma característica que atrai compradores é o baixo preço das peças construídas a base de resina. O piso fulget também é antiderrapante, sendo uma boa escolha para colocar em garagens. Essa característica antiderrapante gera dificuldades para a limpeza, sendo este o principal problema do produto.

Por favor, avalie este post clicando nas estrelas abaixo;

Piso Poliuretano

Tanto o piso epóxi, quanto o piso poliuretano são revestimentos que formam uma superfície única, normalmente são brilhantes. Ela pode ser lisa ou antiderrapante, são utilizados em hospitais, aeroportos, cozinhas, laboratórios, etc. Está sendo cada vez mais utilizado no Brasil devido a sua resistência e um belo acabamento estético.

Outro ponto muito importante é a questão de limpeza. Por ser um material aplicado em locais alimentícios e também de medicamentos é necessário que este tipo de piso facilite na hora da limpeza e que também não apresente locais onde a sujeira possa se alocar facilmente devido a isso, este piso não contém juntas.

Em alguns países, seu uso existe a muitos anos, no Brasil pisos em epoxi são utilizados a maior tempo, já o uso do poliuretano em pisos é mais recente, portanto vem crescendo exponencialmente devido apresentar propriedades mecânicas surpreendentes, existe maior flexibilidade em relação ao epoxi, uma vez que as superfícies aplicadas geralmente tem dilatação e contração, ou mesmo com quedas de objetos e movimentação de cargas o poliuretano acompanha esta movimentações sem apresentar trincas ou fissuras.

Guia completo do Porcelanato Líquido

 O Porcelanato Líquido vem ganhando grande destaque na decoração de ambientes grandes e pequenos nos últimos tempos graças à sua beleza e praticidade. Antes era usado quase que exclusivamente em grandes empresas e indústrias devido à sua resistência, durabilidade, facilidade de limpeza entre outras características. Agora é tido como uma ótima opção na decoração de casas e apartamentos. Suas características únicas lhe conferem várias vantagens que o destacam em meio aos demais pisos, tendo por isso caído no gosto de arquitetos, designers de interiores e outros profissionais do ramo. Fizemos esse guia do porcelanato líquido com suas principais características e vantagens, além de dicas de decoração, dúvidas e outros pontos que poderão ajudar você a se informar mais sobre ele. Não deixe de conferir!

Porcelanato Líquido: Uretano, Poliuretano ou Epóxi?

O porcelanato líquido recebe esse nome por possuir um aspecto brilhante que lembra o porcelanato. Porém, ele é feito de uma resina, ou seja, é um revestimento sintético. Pode ser de resina Epóxi, uretano ou poliuretano. As três possuem características semelhantes, porém se diferenciam em alguns pontos. Abaixo você confere alguns:

– A resina poliuretano consegue acompanhar melhor as mudanças climáticas, evitando trincas, rachaduras ou fissuras precoces. Isso por conta das dilatações e retrações naturais ocasionadas pela variação de temperatura. Dessa forma, possui boa flexibilidade mecânica. Tem também boa resistência química, aos raios Ultra Violetas (UV) e à abrasão (PU alifático). Ou seja, ela é mais indicada em ambientes externos, os quais ficam expostos às intempéries naturais (chuva, vento etc.);

– A resina Epóxi possui ótimo acabamento, além de impermeabilizar bem a superfície impedindo infiltrações de contaminantes, como micro-organismos, e ser de fácil higienização. O fato de possuir alto grau de impermeabilização a torna suscetível à umidade ascendente, embora a torne mais higiênica. São mais indicadas em ambientes internos, com menor exposição aos raios Ultra Violetas (UV), pois podem amarelar e calcinar se expostas por períodos longos aos raios solares.  A resina Epóxi tem custo menor, é de fácil manipulação, é pouco tóxica, aguenta alto tráfego e nas formulações sólidas (100%) possui odor baixo. É a mais utilizada no mercado, além de possuir muitas possibilidades de cores, o que facilita na decoração;

– Em relação ao Epóxi, o autonivelante uretano endurece, ou seca, mais rápido. É mais fosco e possui maior resistência física e química. Sua estética é mais rústica, há limitação de cores, alta reatividade da resina e menor tempo de armazenamento. Em relação à exposição a raios UV, a resina uretano é semelhante à Epóxi. Também suporta grandes ciclos térmicos, e sua permeabilidade é suficiente para aguentar umidade ascendente. Pode inclusive ser lavado com vapor, além de ser aplicado em bases com umidade de próximas a 12%. Aguenta grandes variações de temperatura, inclusive negativas (próximo a -40°C) e pouco mais de 100 °C. É indicado para áreas abertas e externas (mas com proteção contra os raios UV). Por ser autoimprimante, não precisa de selador.

Há ainda as resinas Poliúreias, que reagem em segundos e requerem equipamentos especiais de aplicação, e as resinas Metil Metacrilato. Essas possuem alto nível de reatividade, chegando a poucos minutos, e inclusive conseguem reagir em temperaturas abaixo de zero. Porém, possuem cheiro forte, amarelam se expostas ao sol e geralmente são mais caras.

porcelanato liquido

Características Gerais do Porcelanato Líquido

Como visto acima, cada resina usada para se fazer o piso porcelanato líquido tem seus próprios atributos. Desse modo, não existe exatamente uma melhor, mas sim a mais indicada para determinados ambientes, condições climáticas e até mesmo decorações. Contudo, elas têm em comum algumas características em maior ou menor grau, mas que tornam o piso porcelanato líquido uma opção destacada no mercado. Entre elas, temos:

– Opções de revestimento liso ou antiderrapante. Há possibilidade de se incluir materiais como areia no tipo liso para torná-lo menos escorregadio;

– Inexistência de juntas de dilatação;

– Após pronto, ele pode apresentar de 2 a 5 milímetros ou mais de espessura de acordo com o tipo escolhido e a forma da aplicação;

– Pode ser brilhante ou fosco;

– Tende a ser um piso auto-nivelante, que se adapta às imperfeições da base onde é aplicado e as corrige. Isso se deve por sua característica líquida. Contudo, o tipo de resina poliuretano necessita um bom nivelamento da base antes;

– O porcelanato líquido monolítico funciona como uma espécie de capa protetora;

– Pode ser monolítico autonivelante, multilayer ou espatulado (argamassado). Há ainda a pintura Epóxi;

– A resina é vendida de forma líquida, um pouco pastosa.

Características do Porcelanato Líquido Conforme a Aplicação

Como mencionado antes, o porcelanato líquido pode ser:

Multilayer: um tipo de piso feito com múltiplas camadas de porcelanato líquido (resina epóxi ou poliuretano). Nele pode-se aspergir quartzo na resina ainda em sua forma líquida. Basicamente aplica-se a camada de resina (com o quartzo em seguida), espera-se ela secar, aplica-se novamente outra camada de resina e assim por diante. Isso possibilita a correção de deficiências da base, do substrato. Quanto mais camadas, mais resistente e espessa ela fica, porém é preciso mais tempo para o piso ficar pronto;

Espatulado (argamassado): é feita uma argamassa tendo com base resina mais quartzo, sendo misturado por meio de equipamento como misturadora. É um tipo de piso ideal para locais onde é preciso maior resistência à abrasão e também mecânica. Onde há tráfego contínuo e pesado, como em indústrias. Pode ser usado para corrigir superfícies degradadas.

Autonivelante:  possuem um bom acabamento estético. Podem ter de 1 a 5 mm ou mais. A resina é aplicada na forma líquida e pura sobre o piso, nivelando a superfície conforme a ação da gravidade. Ela ainda pode ser aplicada em cima das opções multilayer ou espatulada, servindo como acabamento.

Pintura –  a pintura Epóxi é utilizada como acabamento, servindo mais para aplicação em pisos monolíticos que possuem baixa espessura. Ou para fins estéticos, como em pisos com ilustrações, padrões ou cores distintas. Também é empregada para dar maior brilho ao chão, podendo se obter um efeito espelhado. Há ainda a versão semibrilho e fosca.

Dependendo do tipo, a pintura pode proteger contra raios Ultra Violetas (UV). Possui grande nível de aderência em pisos de concreto, cimentícios etc. Também impermeabiliza o chão, sendo prático a sua utilização em cozinhas, áreas de serviço, banheiros etc.  As pinturas poliuretano e uretanos possuem funções semelhantes.

As Principais Vantagens do Porcelanato Líquido

– Ele é excelente para ser utilizado em ambientes como cozinha, banheiro e lavanderia, pois é facilmente limpo e higienizado. Como é um piso monolítico, ele tem bom nível de assepsia, ou seja, evita que micro-organismos se proliferem facilmente;

– Ao final da aplicação você não fica com entulhos para descartar;

– Ele pode ser aplicado em cima de diferentes opções de pisos, como alvenaria, granito, azulejo, assoalho de madeira, mármore, metal, cerâmica entre outros materiais;

– Como possui opções brilhantes ou foscas, pode ser usado conforme a decoração do ambiente. Por exemplo, se sua decoração é rústica, a opção fosca cai bem. Caso deseje um efeito espelhado, o tipo liso é mais indicado;

– Como não há rejuntes, ou juntas de dilatação, ele evita acúmulo de sujeiras, micro-organismos, agentes contaminantes, líquidos etc. O Epóxi impermeabiliza o chão, evitando que esses itens infiltrem-se nele. Ou seja, não há absorção de substâncias como óleos, gorduras, bebidas, materiais de limpeza ou produtos que possam gerar manchas no piso;

– O piso porcelanato líquido possui boa durabilidade e resistência, podendo suportar produtos abrasivos e alguns tipos de agentes químicos com maior teor de acidez. O grau de resistência pode variar conforme a resina escolhida. Porém, em geral todas aguentam bem e possuem alto nível de resistência se comparadas a outras opções mais comuns do mercado;

– O Epóxi necessita apenas de uma ou duas demãos para que se fixe no solo;

– Ele possui boa resistência a arranhões, porém não todos. Vai depender do tipo de resina, modelo, marca etc.;

– Aguenta impactos, movimentação de carga e contato com itens de maior peso também conforme o tipo de resina empregado;

– O Piso Porcelanato Líquido de resina Epóxi pode ser achado em várias colorações, incluindo incolor e opções metálicas. A opção transparente permite manter a cor original da base;

– A aplicação em grandes ou pequenas áreas é simples e fácil;

– A secagem, ou cura, em geral é rápida, conforme o agente endurecedor usado. Isso ajuda a economizar tempo, o que é bom para locais que não podem ficar muito tempo parados, fechados ou sem uso;

– Caso surjam problemas na superfície, ele pode ser reparado facilmente e de forma rápida;

– Como mencionado acima, ele é autonivelante. Ou seja, torna o chão uniforme. Desse modo, ele acaba suprimindo desníveis, falhas ou imperfeições de superfícies irregulares como as feitas de concreto;

– O piso porcelanato líquido pode ser personalizado com ilustrações, padrões, estampas, desenhos, esquemas de tons e cores etc. conforme você preferir. Especialmente o Epóxi, pois, como comentado antes, possui mais opções;

– A manutenção geralmente tem custo baixo;

– A opção brilhosa dispensa a aplicação de materiais como cera e outros produtos químicos usados para dar mais brilho ao chão;

– As resinas de uretano e poliuretano aguentam bem as mudanças de temperatura, evitando melhor o aparecimento de trincas e rachaduras precoces;

– Não possui cheiro forte.

Dúvidas sobre Porcelanato Líquido

Separamos as dúvidas mais comuns que surgem sobre porcelanato líquido em forma de perguntas e respostas, as quais você confere abaixo:

– Quanto custa o Porcelanato Líquido?

Seu preço é calculado por metro quadrado. Até pouco tempo atrás, os fabricantes exigiam ao menos 100m quadrados para aplicação. Porém, isso vem mudando conforme o porcelanato líquido se populariza;

– Onde posso comprar resina para fazer Porcelanato Líquido?

O porcelanato líquido pode ser adquirido aqui mesmo em nossa loja de pisos e revestimentos. Temos ampla variedade de resinas para porcelanato líquido das melhores marcas do mercado! Não deixe de conferir!

– Como é feita a aplicação do Porcelanato Líquido?

Não há um método padrão, pois cada tipo e efeito desejado pode requerer uma variação na aplicação e equipamentos específicos. Mas em geral a resina é espalhada sobre a base com a ajuda de uma espécie de rodo após a ela ter sido devidamente lixada e higienizada. Isso pode ser feito a cada nova camada. É importante ler as instruções de aplicação do fabricante da resina utilizada e contratar um profissional especializado para fazer a aplicação. Também é importante ressaltar que as embalagens dos produtos usados precisam ser devidamente descartadas, pois podem prejudicar o meio ambiente.

Existe alguma recomendação na hora de se aplicar o Porcelanato Líquido?

Para aplicar a resina de porcelanato liquido sobre o chão é necessário que a superfície esteja devidamente limpa, sem machas de gordura, poeira e outras substâncias. Também deve evitar-se umidade sobre ela. Caso contrário, há chances de ter de se refazer todo o processo de aplicação. Depois, é preciso aguardar o tempo de cura, secagem, que pode variar de algumas horas até dias dependendo do tipo e finalidade a qual o piso será submetido. Após estar pronto, pode-se limpá-lo e, enfim, deixá-lo livre para uso.

Em locais desnivelados a resina tende a ir e se concentrar em regiões mais baixas, acabando por nivelar o local. Porém, se não houver resina suficiente, as partes mais altas podem ficar com pouca quantidade de resina ou com a base descoberta. Por isso é importante ficar de olho para manter a aplicação de forma correta e bem distribuída.

– Quanto tempo demora para o Porcelanato Líquido ficar pronto?

Como mencionado acima, o período de cura (secagem e endurecimento) pode variar conforme o tipo de resina, a aplicação realizada e a finalidade do piso. Em alguns casos em poucas horas já pode ser possível liberá-lo para tráfego leve, sendo necessário mais algumas para tráfego pesado. Mas há situações em que alguns dias podem ser necessários até que ele fique pronto para uso.

Como é feita a manutenção do Porcelanato Líquido?

Deve-se evitar arrastar objetos pontiagudos sobre ele. Tente revestir os pés dos móveis com proteções arredondas ou feltro. A renovação do piso pode ser feita caso ele mude de aparência e consistência. Áreas danificadas podem requerer uma nova aplicação da resina. Sua revitalização pode ser realizada de 3 a 5 anos com produtos próprios e até equipamentos como enceradeiras.

E a limpeza? Como é realizada?

A higienização deve ser feita com sabão neutro, ou detergente neutro, e água. Há produtos específicos no mercado para limpeza de porcelanatos líquidos também. Outras substâncias químicas podem danificar o piso, removendo o brilho e até gerando manchas.

Dicas de Decoração com Porcelanato Líquido

Uma das coisas que mais chamam atenção no porcelanato líquido é seu alto nível de brilho. Por isso, experimente combinar esse piso com um estilo de decoração industrial e moderno, caracterizado pela presença de móveis e objetos metálicos e brilhantes. O resultado poderá ficar incrível!

Com cores mais claras o brilho pode ser potencializado, ajudando inclusive no aumento de claridade de um ambiente. Dessa forma, gerando a sensação de que o espaço possui maior amplitude. Principalmente em tons brancos. Aliás, isso combina bem com uma decoração escandinava.

Por não possuir rejuntes, divisórias ou juntas de dilatação, o porcelanato líquido também dá sensação de continuidade, ampliando a sensação de que o espaço é maior. Aliás, tente usar a mesma cor do teto ou combiná-lo com ele. O efeito pode ficar bem interessante.  

O efeito espelhado também algo bem interessante e que pode deixar a estética de um ou mais cômodos mais elegante e bonita! Aliás, elegância é um dos adjetivos que caracterizam bem o porcelanato líquido, assim como pisos de mármore e outras pedras nobres.

O uso de móveis e itens foscos em contraste com o brilho do piso pode ocasionar uma decoração bem diferenciada e com estilo próprio.

Na cozinha, lavandeira ou banheiro, dá para se aplicar a pintura Epóxi ou poliuretano sobre os azulejos de modo a combinar com o piso porcelanato líquido.

O uso de variações nas cores do piso (porcelanato líquido decorado), bem como padrões, texturas, ilustrações, combinações e outras técnicas pode desenvolver ambientes decorados impressionantes!

Curso de Porcelanato Líquido

Se você quiser aprender a aplicar o porcelanato líquido sugerimos este curso -> Clique Aqui

O Porcelanato Líquido 3D e Outros Tipos de Efeitos

Uma técnica bem interessante é a do porcelanato líquido 3D. Importada de Dubai, ela consiste na aplicação de um adesivo com uma ilustração na base selada, sendo coberta pela resina do porcelanato líquido incolor. Dessa forma, conforme o ângulo que você olha, tem-se a impressão de que as imagens são tridimensionais. O fundo do oceano, por exemplo, fica bem bonito no banheiro.

Também há o porcelanato líquido flocado, conhecido como flake. Nesse caso, adicionam-se flocos coloridos ou mica no revestimento epóxi. O acabamento é feito em resina transparente, incolor. O efeito decorativo é bem suave, sendo ótimo para decorações mais simples e agradáveis.

Também temos porcelanatos líquidos metalizados, perolados, marmorizados, fluorescentes ou fosforescentes. Além, é claro, das opções mais tradicionais, como brilhoso, fosco e transparente (ou translúcido).

O Porcelanato Líquido é uma tendência cada vez mais abraçada por decoradores e arquitetos, possuindo tantas possibilidades de personalização e vantagens, que fica difícil não ser seduzido por ele. Possui um dos melhores custos-benefícios do mercado, sendo muito prático e exigindo cuidados simples para sua manutenção. Por isso, na hora de escolher um piso para sua casa, apartamento ou empresa, vale a pena dar uma chance a ele! E se você gostou desse guia, não se esqueça de deixar um comentário!

Algumas fotos do Porcelanato Líquido

porcenalato liquido-1

porcenalato liquido-2

porcenalato liquido-3

porcenalato liquido-4

porcenalato liquido-5

Porcelanato Líquido Antes e Depois

Avalie este post;

Piso Antiderrapante para Piscina

Qual é a melhor solução de piso para piscina existente hoje em dia?

Lembrando que, o piso para piscina deve suprir várias exigencias como:

  • Atérmico;
  • Permeável;
  • Antiderrapante
  • Bonito
  • Fácil aplicação
  • Rápida aplicação
  • Barato
  • Drenante [opcional]

Pois bem, dita essas características a Master Plate trás para você uma revolução de piso decorativo para ao redor de piscina.

Este piso é o famoso FULGET.

Talvez você deva estar pensando: “Eu conheço o piso fulget.” – Queremos te mostrar uma nova forma de aplicar o fulget muito mais rápido e muito mais bonito.

O novo Fulget

Esta nova aplicação do fulget não requer cimento (material principal do fulget comum).

O cimento é material altamente patológico, ou seja, ele trinca muito fácil, cria manchas, e entre outras coisas ruins.

A nova solução agora é a RESINA.

Portanto este novo fulget é base de resina, não tem manchas, não tem trincas, é muito mais rápido e muito mais barato.

fulget-resinado-x-comum

Fotos do Fulget Resinado

Veja abaixo algumas fotos do piso

DSCF1855

o

resin-bound-surface-swimming-pool

MakingGroundResinBoundSwimmingPool2

Porous-Resin-Bound-Paving-Pathway-Surfacing-London-2

Resin Bound Paving Installation Company

DSCF2224

Piso para piscina

Cada vez mais as pessoas estão buscando colocar piscinas em suas casas, devido ao calor do nosso país tropical. Ter uma piscina na sua casa pode implicar em muitos aspectos, além do revestimento interno da piscina existe o revestimento externo, que é o piso ao redor da piscina.  Portanto é fundamental que você escolha corretamente este piso, pois a escolha errada acarretará uma série de descontentamentos. Leia mais

Piso para garagem

Se você está procurando um piso para garagem tenho certeza que você acabou de encontrar. A Master Plate é especialista em pisos há mais de 25 anos. Portanto queremos mostrar através deste simples artigo qual é a melhor solução para que o piso da sua garagem fique bonito e resistente.

Como você sabe existem diversos tipos de pisos para garagem no mercado como: concreto, piso frio, cerâmico, pedras, etc. Esses pisos podem até ser bons, mas não cumprem o papel por completo. Leia mais